AS POSTURAS DO HATHA YOGA – OS ASANAS

Artigos

Os asanas do Yoga, não são exercícios físicos simplesmente, mas sim posturas psicofísicas, que devem ser feitas com permanência e que são assumidas de maneira consciente, lenta e com o auxilio da respiração adequada. Os asanas têm uma importante atuação sobre os nossos aspectos físicos e energéticos, mentais e espirituais, ao mesmo tempo. Promovem a integração destes aspectos no ser humano.

No que diz respeito ao físico, os asanas tonificam, alongam e aumentam a elasticidade da musculatura, exercem influência direta e benéfica sobre todo o sistema endócrino, o aparelho digestivo, cardio-respiratório e, ao trabalhar especificamente com a coluna vertebral num esquema compensatório, bem como com todas as articulações do corpo, devolvem sua mobilidade, flexibilidade e graça. Atuam ainda, sobre o sistema nervoso simpático e parassimpático, harmonizando-os.

No que se refere ao mental, a consciência deve estar focada na posição assumida pelo corpo, nas sensações que estão presentes, ou na respiração. O treino da atenção e da concentração acontece durante toda a prática, exercitando e desenvolvendo essas funções mentais. Uma postura psicofísica, pode se transformar numa verdadeira meditação, na medida em que a concentração se aprofunda.

O praticante estabelece com seu corpo uma relação de intimidade bastante gratificante. Ele se apropria do seu corpo, de sua estrutura corpórea e de sua vivacidade.

O Yoga respeita a diferença entre as pessoas, assim, o que diverge entre um praticante iniciante e um avançado é, principalmente, o grau e a qualidade da atenção e concentração que ele consegue obter e o tempo de permanência que se dedica a uma mesma posição yogue.

No nível espiritual, os asanas produzem transformação no estado da consciência, pois a experiência da mente calma reduz a ansiedade e o medo, aumenta a discriminação, a serenidade e favorece o senso de integração com a natureza e o cosmo ou, se o praticante for um religioso, com o seu próprio Deus.

Os asanas, portanto, como todas as outras técnicas do Yoga e o próprio Yoga em si, são práticas de unificação do ser humano, de reintegração dele consigo e com sua própria essência.

 

[wpdm_file id=56]