OS VAYUS OU VENTOS INTERNOS

Artigos

Vayus ou ventos são correntes de energias internas existentes nos seres humanos. Possuem aspectos de controle das funções orgânicas do corpo, tais como a respiração, a digestão, etc., e também aspectos energéticos ou psíquicos, pois despertam consciências por meio de estímulos dos nossos chakras – os centros vitais.

Os textos clássicos de Yoga tratam de cinco vayus principais e citam outros vayus secundários. Os pranavayus, como também são conhecidos, nutrem todas as dimensões corporais e psíquicas com a energia vital. O movimento livre e fluido da energia é essencial para o nosso bem estar, pois os sistemas fisiológico e sutil dependem da boa alimentação da energia para funcionarem bem.

Por meio da prática dos asanas (posturas do yoga), pranayamas (respirações que controlam a energia vital), hasta mudras (gestos das mãos) e outras técnicas, promovemos a saúde no corpo e na mente ao restabelecermos o fluxo livre de cada uma dessas cinco correntes energéticas.

Vamos conhecê-las:

  1. PRANA VAYU – É a corrente de energia ascendente que opera em nosso organismo e é ativada na inspiração. É a força dinâmica que permite trazer para dentro de nós todas as formas de energia.

Move-se desde a garganta até a região do diafragma. Nutre o sistema cardio-respiratório e o imunológico. Sua sede é no ajna chakra, o centro vital do meio da testa que administra os sentidos, a consciência, a inconsciência e o sentido do eu.

  1. SAMANA VAYU – Essa corrente processa o oxigênio que entra nos pulmões, os nutrientes da comida, as ideias das palavras, a energia que recebemos da natureza, etc. Samana opera a digestão em todos os níveis, aquece, junta as coisas, encontra sentido. Literalmente, samana quer dizer energia centralizadora ou que equilibra. É a energia da moderação. É a pausa entre a inspiração e a expiração, que estabiliza os outros dois vayus, prana e apana, que operam aquilo que entra e o que sai em nós. Sua sede é no manipura chakra, no plexo solar, a região do estômago.
  1. VYANA VAYU – Essa corrente de energia ou vento interno rege o nosso sistema circulatório. É responsável por transportar e distribuir os ingredientes, o prana, nossos pensamentos e sentimentos por todo nosso sistema psicofísico. Sem a ação desse vayu que leva o oxigênio a todas células do corpo, o metabolismo não poderia ocorrer e a energia do alimento não seria utilizada. Sua sede fica no coração, mais especificamente, no anahata chakra e se estende para fora, para o mundo. A palavra vyana quer dizer expansivo. Esse vayu abre nossa mente para nos percebermos inseridos no mundo, como parte de uma grande rede de pessoas, natureza, elementos, enfim, participantes do universo.
  1. APANA VAYU – Esse vento interno direciona para fora, ou seja, expira o ar que inspiramos, elimina a urina, as fezes, o suor e também nossa bagagem mental e emocional. Promove a liberação do que é tóxico, excessivo ou inútil. Limpa e purifica. Sua sede é na base do tronco, no muladhara chakra ou chakra raiz. Rege os rins. Literalmente apana significa direcionar para fora.
  1. UDANA VAYU – Udana literalmente pode ser traduzido por o ar que voa para cima. Essa corrente energética rege o crescimento do corpo, a constituição física, nossa capacidade de ficar em pé e de nos movimentarmos. Relaciona-se com toda a parte posterior do corpo e todos os nossos músculos. É o vento interno que comanda a nossa expressão e por isso mesmo a nossa voz. Emocionalmente se revela por meio do entusiasmo e da força de vontade. Sua sede é no Vishuddha Chakra, centro vital situado na garganta.

 

[wpdm_file id=145]